Este blogue é dedicado à memória do meu Pai, Alberto Pedroso (7 de Abril de 1930/1 de Janeiro de 2011).

domingo, 18 de maio de 2014

DALILA PEREIRA DA COSTA (1918-2012)

A escritora portuguesa Dalila Pereira da Costa nasceu e morreu no Porto. Foi também ensaísta, poetisa, filósofa. Integrou o Grupo Filosofia Portuguesa, fundado por Alvaro Ribeiro e José Marinho e do qual fizeram parte António Quadros, António Braz Teixeira, Afonso Botelho, Pinharanda Gomes, Orlando Vitorino e António Telmo.

Formou-se em Coimbra no ano de 1944 em Ciências Histórico Filosóficas, tendo sido discipula de Joaquim de Carvalho, Damião Peres e Torquato de Sousa Tavares.

Durante alguns viveu no Brasil, S. Paulo, e na Bélgica, tendo regressado mais tarde à sua cidade natal, o Porto.

Segundo Rui Lopo, "Dalila Pereira da Costa identifica na tradição cultural portuguesa uma predestinação teleológica ecuménica que seria vísivel principalmente na acção e na obra dos poetas e pensadores da Renascença Portuguesa". 

Reflectindo sobretudo a partir do Cristianismo, estes autores teriam previsto, antecipado e proposto uma transformação histórica no sentido de um universalismo real por vir. Dalila Pereira da Costa foi uma mística, uma discreta luz no meio da noite. 

Foi autora de várias obras, de poesia, ensaio, ficção, era membro honorário do Movimento Nacional Lusófono, detentora de uma profunda erudição e um vasto conhecimento universal, conjugou as várias linhas da tradição, espiritualidade e cultura portuguesas, com as grandes obras de Mircea Eliade, Carl Gustav Yung, René Guenon, e outros grandes pensadores internacionalmente reconhecidos. Nas suas obras destacam-se as referências ao lado feminino das nossas ancestrais raízes, bem como aos arquétipos que animam o nosso inconsciente colectivo.A magia das suas palavras e da sua escrita aproximam-na da mística e do extase como se os seus ensaios fossem um registo das vociferações telúricas da Pátria-Mãe.(do blogue Nova Casa Portuguesa).






Sem comentários:

Enviar um comentário