Este blogue é dedicado à memória do meu Pai, Alberto Pedroso (7 de Abril de 1930/1 de Janeiro de 2011).

sábado, 11 de outubro de 2014

EM HOMENAGEM A ARIN MIRKAN


A jovem Arin Mirkan, curda, de 20 anos, mãe de dois filhos, comandante  da Ala Feminina da Unidade de Protecção do Povo do Curdistão, uma ramificação do Partido dos Trabalhadores do Curdistão, que desde há anos luta pela libertação do Povo Curdo, morreu   heroicamente em combate, no passado domingo, na zona da cidade de Kobane a qual está a ser brutalmente atacada pelos ISIS; Arin, ao perceber que iria ser feita prisioneira atirou-se contra os seus inimigos e fez-se explodir morrendo de imediato mas matando vários individuos do dito ISIS.

As populações civis estão completamente abandonados, ninguém os ajuda, são brutalmente chacinados pelos mercenários e psicopatas ISIS. O cinismo e a hipocrisia ocidentais e de alguns governos arabes da zona começam a atingir a fronteira do totalmente intolerável.

Sem comentários:

Enviar um comentário